Buscar
  • ACIERJ - COMUNICAÇÃO

Lojas do Mercado Municipal de Niterói poderão ser alugadas a partir de 10 de agosto


O espaço contará com 180 lojas e a expectativa é que já em novembro alguns boxes já possam estar em operação.


A Prefeitura de Niterói fará o lançamento virtual do Novo Mercado Municipal de Niterói, no dia 10 de agosto, com o objetivo de atrair comerciantes e produtores interessados em se estabelecer no local. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico está de olho em um setor que poderá ser estratégico para o empreendimento, colocando a cidade como um dos principais polos distribuidores do país: o mercado de floricultura. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói, Luiz Paulino Moreira Leite, acredita que a cidade poderá competir com o município de Holambra, em São Paulo, na distribuição de flores.


“Já estamos em contato com os produtores do estado do Rio de Janeiro. O niteroiense, assim como os vizinhos da região Leste Fluminense, não precisará mais ir mais até a Cadeg, na capital, para comprar flores. Teremos o nosso próprio mercado de flores, que estará em anexo ao Novo Mercado Municipal. Niterói está localizada em um ponto estratégico e poderemos alavancar muitos negócios, gerando muito emprego e renda”, afirma Luiz Paulino.


Cronograma mantido

Em agosto será aberto o período para locação das lojas e em setembro, deve ser concluída a reforma do prédio principal. A requalificação do entorno está prevista para outubro. E o início das operações do Novo Mercado Municipal deve ocorrer em novembro. A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, destacou que o empreendimento não terá dinheiro público, sendo feito através de uma Parceria Público-Privada (PPP). A Prefeitura de Niterói e o consórcio Novo Mercado, vencedor da licitação, firmaram uma PPP para a reforma e gestão do espaço por 25 anos. O investimento do consórcio será de R$ 69 milhões em três anos, sendo R$ 30 milhões na reforma do atual prédio.


Em uma área bruta locável de 9.700m², o Mercado Municipal terá: 180 lojas, polos gastronômicos, mercado de flores, beer garden (cervejaria âncora e micro cervejarias) e estacionamento. O empreendimento trará investimentos para toda a área do entorno.


“Estamos planejando o lançamento do mercado, em agosto, e a degustação inicial, no aniversário da cidade, de acordo com as regras do Plano de Transição para o Novo Normal e dentro dos protocolos sanitários”, explica Igor Baldez, subsecretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói e gerente do projeto.

0 visualização

© 2019 criado por

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter