© 2019 criado por

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
Buscar
  • ACIERJ - COMUNICAÇÃO

Firjan cobra inclusão dos servidores estaduais e municipais na reforma da Previdência

Atualizado: 17 de Jul de 2019

A Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan) cobrou, na quinta-feira (dia 11), a reinclusão de estados e municípios na reforma da Previdência.

A Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan) cobrou, nesta quinta-feira (dia 11), a reinclusão de estados e municípios na reforma da Previdência. Isso porque o texto-base da reforma foi aprovado na quarta-feira, em primeiro turno, no plenário da Câmara dos Deputados, sem contemplar servidores estaduais e municipais.


O texto original, enviado pelo governo, estabelecia que as regras de aposentadoria do funcionalismo federal valesse também para os entes federativos. No entanto, após pressão de categorias de servidores e de alguns estados, o relator Samuel Moreira (PSDB-SP) retirou esse ponto da reforma.


A expectativa é que essa questão seja incluída novamente quando o texto chegar ao Senado.

De acordo com a Firjan, caso o estados e municípios sejam inseridos, a reforma tem potencial para destravar R$ 1,4 trilhão em investimentos, "volume de recursos capaz de solucionar gargalos na oferta de serviços à população".

"Somente nos governos estaduais, o déficit da Previdência chega a R$ 77,8 bilhões, impactando a oferta de serviços à população. Entre 2014 e 2018, houve redução de 49,8% no volume de investimentos dos estados, o que significa uma queda de R$ 34,7 bilhões, que impactou diretamente a oferta de produtos, serviços e postos de trabalho", informa a nota.


Ainda segundo a Firjan, No Rio de Janeiro, cada morador contribui com R$ 663 ao ano para cobrir o déficit de R$ 10,6 bilhões da previdência estadual.


Fonte: Jornal Extra

3 visualizações