Buscar
  • ACIERJ - COMUNICAÇÃO

ACIERJ anuncia parceria tecnológica para ajudar empresários de Niterói

À frente da Associação Comercial e Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Acierj) há menos de dois meses o empresário Igor Baldez anuncia que vai firmar mais uma parceria na área de tecnologia para ajudar os empresários de Niterói a se prepararem de forma criativa para a retomada do crescimento econômico pós pandemia.



A instituição passará a ter a cooperação de um grupo de empreendedores em startups que criou o Arariboia Vale, uma espécie de ecossistema tecnológico que pode gerar os mais variados tipos de negócios para pequenos e médios empresários com apoio da tecnologia. Para Baldez, a preparação para o mercado tem que vir acompanhada de criatividade nessa área.


Igor Baldez, que assumiu a Presidência da Acierj no lugar do empresário Luiz Paulino Moreira Leite, explica que a instituição já vem apoiando diversas iniciativas na área. Ele ressalta a importância do foco em tecnologia e o uso de inovações para alavancar negócios em qualquer segmento empresarial.

"Chegamos no momento do boom tecnológico. Hoje o uso da tecnologia é fundamental para qualquer empreendedor que queira criar diferenciais criativos de sucesso no mercado. É preciso se reinventar. E é nisso que apostamos para ajudar o empresariado de Niterói, que está no momento propício,"

afirma Igor Baldez .


O empresário, que atuava como vice-presidente da Acierj, foi parceiro de Luiz Paulino Moreira Leite, presidente do Conselho da instituição e que já criou diversas parcerias do órgão para fomentar o setor produtivo em várias áreas.

"Em Niterói, a cultura geek (viciados em tecnologia) vem se consolidando cada vez mais. A cidade é a segunda 'mais nerd' do país, perdendo apenas para Florianópolis, e cada vez cria mais oportunidades férteis. Nosso trabalho é auxiliar o empresário em suas dificuldades, orientando e proporcionando o ambiente propício ao seu crescimento",

explica Baldez.


Uma dessas parcerias é o laboratório de fibra óptica (FTTH/FTTX) da Huawei, no Campus Centro da Unisuam, que oferece cursos de capacitação para jovens e adultos que não trabalham nem estudam. A iniciativa é fruto de uma parceria da Acierj com a Huawei Brasil e o Polo de Inovação (Polen). As aulas já começaram este mês com 30 alunos.


Outra parceria de peso da Acierj com a Unisuam é o Projeto Favela Inova, para jovens entre 18 e 29 anos de comunidades de Niterói, como forma de incentivar o empreendedorismo em diversas áreas. Para isso, foram selecionados 30 que receberão incentivos para a criação de startups.


O presidente da Acierj explica que Niterói vive um momento muito positivo e fértil para crescer economicamente tanto na iniciativa privada como no setor público, já que o município vai investir cerca de R$ 2 bilhões em segmentos como saúde, infraestrutura e cultura, entre outros, gerando muitos empregos diretos e indiretos.


Segundo ele, a perspectiva é muito promissora em setores como pesca, indústria naval, comércio e serviços, construção civil, entre outros - e em todas as áreas a tecnologia será um grande ponto de apoio.

"Tenho certeza que é a economia voltando com força total e fazendo o dinheiro circular, mas para isso a cidade precisa se preparar. Todos precisam estar ligados e unidos neste momento. Iniciativa privada e setor público precisam estar juntos em parcerias que beneficiarão a economia do município de Niterói e vizinhos",

afirma.



18 visualizações0 comentário